terça-feira, 15 de março de 2016

O Fim do Projeto Schall Gay

De uns tempos pra ca o nome do "Projeto Schall Gay" passou a me incomodar. Em 2012, quando o projeto começou e eu precisava de um nome, uma amiga sugeriu "Schall Gay" na brincadeira. Eu achei bem humorado, me pareceu fazer sentido e ter ligação com a proposta, então... por que não? Mas essa ultima parte, a da "ligação" com o propósito do projeto, que era muito clara há quatro anos, começou a ficar um pouco embaçada pra mim.

De 2012 pra cá muita coisa mudou em mim. Já cheguei ao ponto de achar maquiagem tão importante que senti obrigação em usá-la, hoje somos boas amigas e nos divertimos juntas. Passei a arriscar um pouco mais com as roupas que eu uso, já experimentei muita coisa e incluí algumas peças no guarda-roupa que talvez não estivessem nele se não fosse pela "iniciativa Schall Gay". A minha auto imagem mudou e, eu tenho quase certeza, que pra melhor. A ideia era me sentir bem e o projeto teve grande participação nisso.


Além disso, em quatro anos, gosto de pensar que a minha maneira de enxergar o mundo e as pessoas evoluiu bastante. Nunca achei que ser gay fosse algo errado ou fora de contexto, mas percebi que, mesmo assim, a imagem que eu fazia da comunidade LGTB era um pouco distorcida. Tanto que liguei vestidos, sapatilhas e maquiagem com a palavra "gay" sem nem pensar sobre o assunto e tudo pareceu lindo.

No que consiste "ser gay" afinal? Se sentir atraído física e emocionalmente por uma pessoa do mesmo sexo. E só! Não tem nenhum pacote de características que acompanha uma orientação sexual, uma checklist que homossexuais tem que cumprir pra não perder a carteirinha de gay. Mas esse é um estereótipo reforçado pela sociedade. Tanto que conheço pessoas que separam mulheres homossexuais em "sapatões" e "lésbicas", fazendo uso da mais pura cagação de regra pra atribuir características diferentes aos dois termos.


E o fato de eu usar o nome "Schall Gay" pra escrever sobre maquiagem, roupas e sapatos só reforça esse estereótipo de que orientação sexual tem cara e jeito. E, eu não sei vocês, mas eu não quero fazer parte disso! Por isso, meus amigos, o projeto "Schall Gay" está oficialmente encerrado! Isso significa que eu vou parar de falar sobre roupas, maquiagem e produtos pra cabelo aqui no blog? Jamais! Só significa que essa seção do site está temporariamente sem nome, mas volta em breve com uma cara nova e, o mais importante, sem negatividade e com energia renovada.

Então é isso, gente! Chegou nova era, a velha já era! Vejo vocês do outro lado!


via GIPHY

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+