segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Encerramento do Desafio Literário do Tigre 2015

Eu tava pronta pra fazer um post pedindo quinquilhões de desculpas pela falta de posts nos últimos meses e explicar toda a correria que a minha vidinha virou de outubro pra cá, mas aí parei pra montar esse post de encerramento do Desafio Literário do Tigre e acho que ele também cumpre bem esse papel.

Eu comecei o desafio num nível de animação que é difícil descrever. Começava um livro já pensando no próximo e até abril, eu tava achando que ia terminar o desafio em outubro. Mas de repente eu comecei a ficar ranhenta de tão chata mais seletiva. Cheguei a começar uns cinco ou seis livros sem embalar em nenhum e, pra completar, mudei de emprego e eu não tinha nem ideia do que me aguardava. Meu tempo livre caiu pela metade (pelo menos), o que me impediu de fazer resenhas dos poucos livros que eu estava conseguindo ler e isso me desmotivou bastante. Mas se eu fiz uma coisa certa em 2015 foi ter decidido fazer o desafio.

A coisa toda foi tão, mas tão legal que chegou a virar uma experiência sensorial, como o livro da categoria "Para ler Antes de Dormir", por exemplo, que eu peguei pra ler realmente só antes de dormir. Li histórias que eu estava jogando pro final da lista de leitura há muito tempo e que provavelmente eu continuaria adiando a vida inteira como 'Eu Sou Malala' e 'O Pequeno Príncipe'. Acabei lendo muito mais autores brasileiros do que eu normalmente leio e também li histórias das quais eu costumava passar longe como 'Diga Aos Lobos que Estou em Casa', e no final, foi um dos livros que eu mais gostei no ano todo. Em resumo, o Desafio me ajudou a desempacar a lista de leitura, derrubou meus preconceitos e fez com que eu me envolvesse com histórias incríveis, ficcionais ou não.

Apesar de ter sido uma experiência ótima, no final do ano percebi que talvez seja a hora de abandonar as "listas da vida". Lá em novembro, eu não estava conseguindo mais encaixar os livros que eu queria ler nas categorias que estavam sobrando o que me fez perceber o quanto me apego a listas e programações. A Tati, idealizadora do Desafio, o encerrou ainda no começo do ano e, logo de cara eu pensei "ah... tudo bem", mas hoje as palavras dela no post de encerramento já fazem muito mais sentido pra mim.

Enfim... pra você ter só uma ideia da minha empolgação com o Desafio, fiz até um mini-infográfico com algumas informações sobre os meus "resultados".

E abaixo, tem a lista de todos os livros lidos em 2015, suas categorias e o link pra resenha (para os quais eu fui capaz de fazer uma resenha). 

.Janeiro:

.Fevereiro:

.Março:

.Abril:
- De Autor Estrangeiro: 'O Pequeno Príncipe', do Antoine de Saint-Exupéry (não tem resenha e nem terá porque eu não sei explicar o que esse livro fez com o meu coração).

.Maio:

.Junho:

.Julho:
- De Autor Brasileiro: 'Filhos do Fim do Mundo', do Fábio M. Barreto (Barretão s2).

.Agosto:
- Clássico: 'O Retrato de Dorian Gray', do Oscar Wilde 

.Setembro:
- Lançado no Mês: 'O Espadachim de Carvão e as Pontes de Puzur', do Affonso Solano.

.Outubro:
- Pra fazer Chorar: 'Diga aos Lobos que Estou em Casa', da Rifka Brunt.

.Novembro:
---------------

.Dezembro:
- Proibido em Algum País: 'O Rei de Amarelo', do Robert W. Chambers.

.Categorias que faltaram:
- Sobre Amor.
- Que Cabe no Bolso.
- De Distopia.

Aqui tem o post de abertura do Desafio.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. <3 Priscila! Agora quero resenha, pô! hihih
    bjs,
    Barretão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. waaahh *---*
      Que lindo vc aparecendo por aquii! hahahah!
      Eu tenho uma resenha no rascunho ta? Vou me esforçar pra postar logo.
      beijo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+