quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Não Confio em Gente que não Lê #25 - Asking for Trouble

Minha reação quando eu descobri que o filme 'Muito Bem Acompanhada' (aka, uma das minhas comédias românticas preferidas) foi inspirado num livro:


Menos de um mês depois dessa descoberta eu já estava lendo o livro. Aproveitei o fato de que 'Asking for Trouble' não foi lançado em português aqui no Brasil pra encaixá-lo na categoria "Livro em Outro Idioma" do Desafio Literário do Tigre e li em inglês mesmo (e fiquei bastante orgulhosa de mim por causa disso). Se você nunca assistiu ao filme, assista (pelamor), ou da uma olhada nesse post no qual eu mencionei o bonitinho. Mas já aviso que o filme é uma coisa e o livro é outra completamente diferente, já que o filme se passa inteiro durante o casamento da irmã da Sophy e no livro o casamento dura uns dois capítulos e olhe lá. 

Mas a treta é a seguinte: quando Sophy recebe o convite de casamento da irmã, a sua mãe comenta que seria uma ótima oportunidade pra que ela levasse seu namorado, Dominic, pra conhecer toda a família. O que seria bem fácil se Dominic não tivesse sido inventado pela Sophy pra que sua mãe parasse de lhe encher os pacová pra que ela arranjasse um namorado. Sophy pensa em inventar que terminou com ele, mas não queria a família inteira se sentindo mal por ela e estragando o clima do casamento da irmã sem falar que a vizinha da família (com quem a mãe dela tem um tipo de competição desde que as filhas eram pequenas pra ver qual seria mais bem sucedida), provavelmente adoraria jogar na cara da mãe dela que Sophy seria eternamente encalhada. Pensando assim, Sophy decide contratar um acompanhante pra fingir ser Dominic durante o casamento e tudo ficaria bem se a Sophy não fosse uma mentirosa compulsiva e neurótica e se ela não começasse a sentir ~~~algo mais~~~ por ele.

É tipo uma novela mexicana só que se passa na Inglaterra e é infinitamente mais engraçada e divertida. Sophy é extremamente complexada e fica o tempo todo se preocupando com o que as pessoas vão pensar dela e isso só faz com que ela se afunde cada vez mais nas próprias mentiras, levando a sua família e amigos, além do acompanhante contratado, junto com ela. Como eu assisti o filme antes de ler o livro, eu esperava que a coisa toda se desenrolasse durante o casamento da Belinda (irmã da Sophy), mas aí o casamento vai e vem sem grandes problemas e eu fiquei meio "ta, e aí?", mas, colegas, nada me preparou pra toda a sequência de fatos que vem depois.

Acontece muita coisa e a maioria delas são totalmente inesperadas. Quer dizer, da pra ter uma leve ideia de qual é o final dessa confusão toda, mas como a gente vai chegar nele é uma gigantesca interrogação. A história tem muitos personagens e eu não sei como a autora conseguiu fazer com que a gente não se perdesse no meio de todos eles, já que no final das contas todos tem uma parcela de participação bem importante pro desenrolar da trama. Se um personagem apareceu e você não sabe pra que ele está lá, é só continuar lendo que você descobre já já.

Tiveram algumas partes que me irritaram um pouco porque Sophy é uma mulher adulta, independente e bem sucedida, mas a insegurança dela e a importância que ela da pra homens e relacionamentos é absurda. Mas isso durou pouco, até que coisas realmente importantes acontecem com ela e a família.  A conclusão é: se você gosta de chick-lit e comédias românticas, certamente vai se divertir com essa história.

PS: se você já assistiu o filme, a cena do carro não ta no livro! </3

Você pode comprar 'Asking For Trouble', clicando aqui (mas ta bem carinho, amigs).
No Desafio Literário do Tigre, 'Asking for Trouble' se encaixa na categoria '"Livro em Outro Idioma".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+