quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Schallista #24 - Julho/2015

Julho foi um mês cheio de coisas legais! O que resultou numa Schallista com música, com desenho, série de tv, maquiagem... olha aí.



1. Álbum 'In Technicolor' do Jesse McCartney - Migos, esse álbum não é novo, ele foi lançado em julho de 2014, mas por alguma razão sombria a primeira vez que eu o escutei não achei o conjunto tão estrondosamente maravilhoso quanto estou achando agora. Sem brincadeira, eu devo ter passado o mês inteiro escutando só esse cd. É um pop dançante bem gostosinho, eu diria que tem um "que" de Justin Timberlake e um toque bem leve de Michael Bublé nas músicas. Pra escutar o álbum completo é só clicar aqui ou aqui.

Parece que as imagens tão se mexendo não parece? :B

2. Truques da Mente (Brain Games) - Num domingo (bem) preguiçoso, senti falta de ter TV em casa, daquela coisa de passar os canais e parar em algum programa aleatório sabe? Aí abri o Netflix e procurei por alguma coisa que tivesse essa "cara de TV", algo que eu não assistiria normalmente e acabei dando play no primeiro episódio de 'Truques da Mente' do National Geographic. Não sei se as ilusões e mind games que a gente vê a rodo no facebook ficaram populares pelo programa ou vice versa, mas tem várias lá, além de mais uma porrada de brincadeirinhas e joguinhos que te fazem entender como seu cérebro funciona. Só não recomendo assistir vários episódios de uma vez porque as vezes eles ficam um pouco previsíveis e perdem a graça, mas vale extremamente a pena dar uma chance.


3. McBusted Tourplay - Esse vídeo veio parar na minha mão de um jeito totalmente aleatório. Eu estava trabalhando e não sabia que música escutar, aí coloquei um vídeo da Carrie Fletcher pra reproduzir só pra não ficar totalmente no silêncio. Aí outro vídeo da Carrie começou automaticamente depois do primeiro e aí um do Tom e no quarto vídeo eu escutei a abertura dos filmes da Universal e não entendi nada, mas quando abri a aba pra ver o que era, estava o Matt sentado num DeLorean falando sobre o momento da banda.
Que coisa linda, gente! Além de mostrar partes de dois mega shows da McBusted eles contam todo o processo de união das bandas, o medo que eles tiveram de fazer uma turnê só com arenas enormes e a felicidade de estarem todos juntos trabalhando no mesmo projeto. Me diverti horrores assistindo e acompanhando os bastidores dos shows e derreti de inveja de todo mundo que teve a chance de ir a um show deles, porque, meu jesus, foram shows históricos! Quem acompanhou a trajetória das bandas, certamente vai se divertir assistindo ao dvd. Assista clicando aqui.

Não sei controlar meu amor pelo Finn com uma coroa de margaridas :x

4. Adventure Time - Demorou, mas aconteceu, amigos! De novo, sem saber muito bem o que assistir, coloquei a primeira temporada de Adventure Time no Netflix sem muita expectativa, mas assisti uns quinze episódios de uma vez. Não sei explicar porque o desenho me pegou só agora e não antes, mas o importante é que pegou e eu to apaixonada. Agora eu entendo todos vocês que amam essa maravilha. Me abraça, gente! \o/

Fiz um swatche só pros próximos dois itens :)

5. Sombra 60 da Dailus - Quando bati o olho nessa sombra eu sabia que ela não continuaria na prateleira por muito tempo. A cor dela é tão maravilhosa que eu nem sei descrever direito. Ela tem um fundo marrom clarinho, mas puxa um pouco pra um tom coral e tem partículas brilhantes que ficam entre verde água e dourado e fica tudo incrível junto. Não vou mentir, fiquei um pouco triste quando apliquei a sombra e toda essa maravilhosidade ficou discretinha, mas isso não mudou meu amor ta? To procurando maneiras de destacar mais a cor e aceito sugestões (como da pra ver na foto, com e sem primer não tem lá muita diferença).

Nesse make também tem a sobra 60 da Dailus e o batom Bela *-*

6. Batom Bela Matte do blog Pausa para Feminices - Eu to namorando esse batom desde a primeira vez que a Bruna falou sobre os novos batons pra coleção do blog. Ele é inspirado na princesa Bela (aka a minha princesa favorita :x) , é um tom de marsala, tem efeito matte e fica divino com praticamente qualquer make. Não to sabendo lidar com a minha paixão por esse batom porque ele fica tão matte quanto os batons líquidos que estão na moda hoje (fiz um post sobre os batons da MeNow, clique aqui pra ver), mas ele não é nem um pouco grudento, é extremamente mais fácil de aplicar que os batons líquidos, a durabilidade é praticamente a mesma, sem falar que é muito mais fácil retorcar, caso precise, e ainda sai sem arrebentar a pele dos lábios. Já to aqui escolhendo qual vai ser o próximo batom da coleção Pausa Para Feminices que eu vou adquirir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+