quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Faz Você Aí #01 - Muito Prazer e Cabidinho 2.0

Nayra Schall se apresentando como nova colunista do Pequena Schall! Eu tenho meus próprios blogs, mas eles não são tão bonitos e atualizados como este, então estiquei uns arames, joguei umas lonas e fiz meu puxadinho craft. Se você for dar uma espiadinha logo ali, perto da porta, vai ver a plaquinha escrito "Faz Você Aí", tag pela qual, a partir de hoje, meus post por aqui serão encontrados.
Se, com essa breve introdução, você ainda não entendeu lhufas do que está acontecendo, explicar-lhe-ei com alguns poucos detalhes a mais: sou irmã da Priscila, sim, a dona do casebre, e vou falar aqui de trabalhos manuais, os famosos Do It Yourself ou ainda, de coisas que a Priscila não tem o menor talento para fazer! Vou executar projetos, tirar fotos e descrever os processos todinhos aqui. É isso!
Aí que nervoso, espero que gostem. Lá vai o primeiro!


Transforme um cabide vagabundjeenho num cabide estiloseenho!

Tudo começou quando minha mãe comprou um cabide pra pendurar atrás de uma porta. O cabide ficou muito largo, não deixava a porta abrir direito e Priscila e eu acabamos por ganhar o cabide. Cabide este que está na foto aqui de baixo e ficou ocupando uma parede do nosso atual apartamento por um tempo até que resolvemos fazer esse makeover.

Se você também quiser deixar um cabide sem graça, ou qualquer coisa de madeira sem graça, mais bacana, você vai precisar de:
- Objeto de madeira sem graça
- Lixa para madeira - uma mais grossa e uma mais fininha, pra acabamento
- Tinta
- Água Rás - se sua tinta não for à base de água
- Recipientes para diluir a tinta - eu usei garrafas de refrigerante, mas levei um pito porque deveria ter procurado alguma coisa com o fundo mais regular
- Pinceis - que vão variar de tamanho conforme o tamanho da sua peça e que, segundo o senhor da lojinha, devem ter as cerdas pretas
- Fita crepe
- Jornal ou plástico - para forrar seu local de trabalho
- Paninho - porque sempre é bom um paninho

Materiais
Primeira coisa é organizar o lugar onde você pretende trabalhar. Forre a mesa com jornal ou plástico, eu cortei o fundo e uma das laterais de um saco de lixo, e colei na mesa com fica crepe, assim não escorrega e nenhum super vento vai melar as coisas tudo.

Repara nas cavidades desse cabide!

Peças de madeira normalmente precisam ser lixadas antes de pintadas. É o estado da madeira que vai determinar qual lixa usar e por quanto tempo lixar. Quanto melhor a madeira, menos esforço braçal com lixa.

Dá pra ver a diferença de textura de uma lixa pra outra?

Esse cabide parecia bom, mas a madeirinha era bem vagaba mesmo, tava cheio de pontas, lascas e cavidades. Se eu resolvesse deixá-la lisinha ia perder o dia todo lixando e, no fim, teria bem pouco cabide pra pintar, então tirei só o que tava mais crítico e as lasquinhas mesmo.
Usei primeiro a lixa mais grossa, pro trabalho ser mais rápido e finalizei com a lixa fina. O ideal aqui era que eu tivesse desmontado o cabide pra pintar, mas fiquei com medo de nunca mais conseguir montá-lo de novo e perder cabide e horas de trabalho.

Força nessa lixa! Nada de preguiça aqui!

Este é um passo opcional. Eu decidi deixar alguns pedacinhos do cabide sem tinta, na madeira mesmo, pra isso fiz máscaras com a fita crepe, que é basicamente colar a fila nos lugares que eu não queria pintar. Importante é só colar bem, pra tinta não entrar em algum vãozinho que tenha ficado entre a fita e a peça.

Colei a fita crepe nos lugares em que eu queria a madeira crua

Peça lixada e empapelada, hora de pintar. Priscila e eu escolhemos a cor Hortelã Mexicana 6990 semi-brilho da Coral e pedi pra prepararem 1/4 de galão, que é essa latinha pequena. Antes de abrir e sair pintando é muito importante misturar bem a tinta. Se você tiver uma furadeira e souber usar, ela serve pra bater a mistura da tinta de novo, se não, sacudir a lata tampada (!!!) por uns bons 5 minutos deve ser suficiente. 
Como meu cabide é pequeno, se eu não misturasse bem a tinta o máximo que aconteceria era ele não ficar exatamente no tom que escolhemos, mas se você estiver pintando uma cômoda, por exemplo, há riscos reais dela ficar manchada com diferentes tons porque o pigmento misturou mais no tanto de tinta que você preparou pro lado direito do que pro lado esquerdo.


Tinta misturada, coloca um tanto que você supõe que será suficiente pra pintar seja lá o que você estiver pintando num recipiente qualquer (que tenha o fundo mais regular que uma garrafa de refrigerante) e dilua com água rás. Mas é pra diluir mesmo, até a tinta ficar líquida e escorrer do pincel.

Tinta diluída num recipiente inadequado, segundo meu pai
Peça lixada e empapelada? Tinta sacudida, separada e diluída? Pó pintar! Escorre bem a tinta na lateral do seu recipiente mais adequado que o meu e vai passando o pincel pela peça. Sem segredo nenhum. Atenção aos cantinhos e aos vãozinhos. Se tiver espaço, apoie a peça em algum lugar e ande em volta dela, pra procurar cantinhos e falhas que podem ter ficado. Pinte a primeira demão, deixa secar por algumas horas, pinte a segunda, espera secar por mais algumas horas. Vale passar uma terceira e vasculhar a peça por eventuais falhas que tenham sobrevivido à primeira e segunda demão.

Não pintei o cabide apoiado nessa gambiarra, tá? Só coloquei aí pra secar.
Mais ou menos 24h depois da terceira fase de pinceladas tirei a fita crepe e ficou assim! Segura a ansiedade e deixa secar por alguns dias em algum lugar bem ventilado, se bater sol, bônus. Aí é só pendurar, ou sentar, ou guardar as roupas...

Tcharã!
Valores!
Cabide: R$0,00 ganhei da mamãe, mas duvido que ele tenha custado mais de R$10,00 - Lojinha que tem tudo em Mongaguá
2 Pinceis pequenos + 2 Pinceis grandes + 2 lixas grossas + 3 lixas finas: R$23,20 - Loja de materiais para construção no Campo Belo/SP
1/4 de tinta Hortelã Mexicana semi-brilho Coral + água rás: R$30,61 - Casa de tintas em Caieiras

Lembrando que a única coisa que não da pra reaproveitar é o cabide. Sobrou muita tinta, muita água rás, muita lixa e os pinceis, se você cuidar direitinho, vão durar pra vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+