segunda-feira, 26 de maio de 2014

Uma Carta para a Pequena Pequena Schall

A inciativa foi do Hypeness, mas foram as cartas da Nayra e da Dani que me inspiraram pra que eu finalmente escrevesse a minha: uma carta para a Priscila de dez anos atrás.

A esq.: eu e minhas madeixas azuis em 2007. A dir.: eu, minha ruivice e uma tentativa de parecer
normal em 2014.
Sem querer começar jogando um balde de água fria logo de cara, mas já começando: não! Você ainda não lançou um livro. E nem terminou de escrever um pra ser mais exata. Ainda estamos batalhando pra encontrar uma história que valha a pena ser contada e estamos tentando eliminar todas as desculpas na nossa extensa lista e simplesmente parar e escrever. Mas tudo bem, porque a nossa necessidade constante de escrever será muito bem tapeada com um blog que você tem bastante orgulho por conseguir manter.
Sei que você é uma ótima ouvinte então provavelmente conseguirá fazer bom uso de alguns conselhos que eu tenho pra te dar na tentativa de deixar as coisas um pouco mais fáceis pra gente.

- Quando sua melhor amiga fizer alguma coisa que te deixe chateada, fale pra ela. Essa atitude pode garantir que vocês tenham uma relação mais próxima no futuro (sim, vocês se falam até hoje e a confiança entre vocês é uma coisa rara de se ver por aí, mesmo vocês não se encontrando com muita frequência).

- Mas sua melhor amiga mesmo, pra vida, será a sua irmã. Acho até que você já deve ter uma boa noção disso. E não se preocupe, no futuro ela vai deixar de lado o que algumas pessoas pensam e ser sua amiga sem reservas.

- Confie nos seus instintos com relação a alguém muito próximo de você, alguém que cresceu contigo. Essa pessoa realmente não se importa com você e você deveria não se importar com ela também. Aliás, confie nos seus instintos em geral, nós temos um sexto sentido muito bom e você aprendeu a escutá-lo muito tarde.

- No próximo ano você vai começar a trabalhar e isso vai mudar completamente quem você é. O único conselho que eu posso te dar é: preste muita atenção em tudo o que você tem que fazer. As coisas não serão nem um pouco fáceis, mas essa fase da sua vida vai definir muito da sua personalidade.

- A sua futura banda favorita deve estar quase se formando e, acredite, eles serão uma grande parte da sua vida nos próximos anos e vão te dar muitos amigos, além de fazer você se esforçar pra aprender inglês. Vá logo procurar quem é "o tal do Dougie Poynter".

- Aliás, quando você achar que gosta de Br'oz, pare de mentir pra você mesma! A única coisa que você gosta naquilo é a franja loira do Matheus. Se for pra perder tempo com uma banda específica, foque no The Calling, já que eles não vão durar muito tempo. E ainda falando em música, quando surgir a primeira oportunidade de ir a um show do Hanson, convença seu pai a ir junto com você e a sua irmã e vá. Ir a shows será um dos seus programas preferidos. É libertador!

- Sim, você é uma tiete (o que, mais pra frente será identificado pelo termo infinitamente mais agradável e divertido de "fangirl"). Não tente fugir disso! Afinal, é divertido! Só tente controlar a vontade de largar tudo e sentar na porta de hotel, isso, não é lá muito inteligente.

- Podcasts! Você pode não gostar dos primeiros que você vai escutar, mas insista neles! Os podcasts e respectivos podcasters que você vai escutar serão capazes de mudar sua visão de mundo e a percepção de você mesma.

- Seu primeiro beijo ainda vai demorar um pouco e não vai ser incrível, só vai ser o primeiro. Mas se quiser acelerar as coisas largue de ser ranhenta e siga o conselho que sua mãe vai te dar mais pra frente sobre barbas.

- Seja sempre clara e objetiva quanto ao que você sente e não minta pra si mesma. Você pode não acreditar agora, mas no futuro isso vai ser muito útil e te poupar de fazer parte de discussões longas e desnecessárias com homens.

- Aliás você vai encontrar alguns oportunistas por aí então tente não criar muitas expectativas e nem apressar as coisas. Novamente: confie nos seus instintos. E tente não protelar coisas que você sabe que não darão em nada.

- O seu lema de vida já deve ser "não faça para os outros o que você não quer que façam para você". Ele é ótimo e faz com que você consiga dormir muito bem a noite! Mas não fazer para os outros o que você não quer que façam pra você não significa "faça tudo pelos outros", aprenda a dizer mais 'nãos' e deixar claro quando algo ou alguém te chateou, afinal as pessoas tem que escolher entre agradar a todos ou serem felizes, e eu bem sei que você quer ser feliz.

Se eu continuar pensando em todos os conselhos que eu poderia te dar nós ficaríamos aqui pra sempre e a sua vida seria com certeza mais fácil, mas qual seria a graça, afinal? Aproveite essas poucas dicas, mas saiba que mesmo com elas você ainda vai errar muito, e não fique remoendo seus erros, aprenda com eles. E faça o possível para ser uma boa pessoa, sem nunca esquecer que você também é humana. O futuro parece estar lentamente se encaminhando pra onde nós queremos, mas a gente tem que aprender a aproveitar mais o caminho do que ansiar tanto pelo destino. Boa sorte, girl! Ahasa!

2 comentários:

  1. <3 To me sentindo inspirada a escrever uma dessas pra mini-me.
    Dúvida: essa "melhor amiga" aí sou eu? Hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, escreve também que da uma coisinha boa no coração. Da pra ver o quanto a gnt evoluiu! *-*
      E siim! É vc s2 hahahha! Mas águas passadas, não se preocupe! hahaha!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+