terça-feira, 6 de novembro de 2012

Schall Gay #10 - Upcoming Season

Ah, que saudade que eu tava de escrever pra essa coluna! Provavelmente porque eu venho escrever depois de fazer compras, o que deve liberar alguma endorfina no cérebro. Como faz bem deixar uma parte estupidamente grande da sua renda mesal com aqueles vendedores tão bem treinados que te fazem levar metade da loja pra casa.
Mas na maioria das vezes eu nem preciso de vendedores convincentes, como aconteceu no feriado do dia 02 de novembro, durante o qual, eu deixei uma boa parte do meu salário na C&A do Shopping D. A parte restante dele ficou no Empório Alex.
Mas apesar da pobreza precoce, preciso dizer que eu fiquei bastante feliz com o resultado, já que 80% das camisetas/blusas que estavam disponíveis pra que eu usasse pra trabalhar e ir pra faculdade, estavam desbotadas/esgraçadas/furadas. Então, uni o útil ao agradável e uma ida inocente ao shopping mais próximo, com preços mais acessíveis pra comprar o vestido para um casamento, virou a compra pro resto da estação. Mas enfim, vamos ao resutado.

Lindinho da mamãe! *-* Demorou um pouco pra eu convencer a minha mãe e a minha irmã de que esse era um vestido perfeitamente aceitável pra ser usado durante a cerimônia e festa de casamento, mas enfim, elas conseguiram enxergar a mesma coisa que eu: sua linda cor e o fato de que se eu fosse procurar qualquer outro vestido mais aceitável, sairia três vezes o preço que esse saiu. Da coleção Clock House.



Acho que essa é a maior prova do quanto o projeto #SchallGay está funcionando: eu quis comprar 2 (DOIS!!!) vestidos no mesmo (NO MESMO!!!) dia. E eu quis mesmo, não foi a minha mãe que os empurrou goela abaixo.
Eu e a minha irmã já temos planos pra dividí-lo durante as festas de fim de ano.
O lindjeenho em questão, também é da coleção Clock House.

Sim! Eu comprei uma camisa! Obviamente foram os spikezinhos que me fizeram ter vontade de experimentá-la, e para a tristeza da minha conta bancária, gostei imensamente do que vi no espelho do provador. Não sei de quanto tempo exatamente vou precisar pra perceber se foi um bom ou mal investimento, porque eu sou o tipo de pessoa que vive de camiseta comum e jeans, mas o tema do projeto é 'renovação' certo? Então vamos arriscar! A camisa é da coleção Yessica.

As duas últimas peças foram mais sóbrias, mas mesmo assim tentei me concentrar no que eu queria mudar em mim mesma e peguei blusinhas com detalhes mais delicados.
A rosa, da coleção Clock House e a preta da linha Basics.














A lição do dia foi: saia da sua zona de conforto! Clichê, mas puramente verdadeiro. É quando nós começamos a praticar esse tipo de 'frase feita' que entendemos como elas surgiram e qual a verdade por trás delas. Se você não sair da zona de conforto, nada vai mudar, então desafie-se!
Pode ser que esse não tenha sido um dos maiores desafios da minha vida, afinal, fazer umas comprinhas e até relaxante, mas é bem possível que depois de tomar a atitude de mudar uma vez, seja menos doloroso encará-la novamente quando necessário. (;

2 comentários:

  1. suas escolhas até a penultima peça foram boas, porém acho, só acho que as blusinhas deveriam ser com alcinhas largas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato! Eu amei tudo, mas com as blusinhas to tendo que fingir que não ligo pra alça do sutiã aparecendo.. tsc! haha! Noted! Vou observar melhor na próxima compra! :D

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+