sábado, 6 de outubro de 2012

Z Festival São Paulo 2012 - You're Doing it Right

Só não digo que fizeram o Z Festival pensando em mim, porque não tinha Family Force 5, nem The Ready Set, mas ó... tava pra mim! Nunca na minha vida eu imaginei ver três dos meus artistas preferidos, pagando um ingresso só!
Chegamos na Arena Anhembi, semana passada, perto das 18 horas, quando Rock Bones estava quase saindo do palco. Vimos o DJ Torrada fazer todo mundo dançar com 'Gangnam Style' e assistimos ao show inteiro do Yellowcard. Ao invés de guardar energia... pulamos quase o show do Yellowcard inteiro. Parabéns pra gente! Fiquei sem voz na metade do show da Hot Chelle Rae.



Hot Chelle Rae
Primeira coisa: eu esperava um show da Hot Chelle Rae aqui logo, mas la pro meio do ano que vem, não no mês seguinte de eu chegar a conclusão que não demoraria! o_o Então posso dizer que eu quase infartei quando os rumores 'HCR vem pro Brasil' começaram. Eu tive, por poucos dias, a doce ilusão de que eles viriam pra um show solo, mas aí o nome Z Festival apareceu no meio dos rumores e quando fui pesquisar o que era isso, quase caí pra trás quando vi que foi o mesmo festival no qual o Bieber veio pra ca, ou seja, teria gente saindo pelo ladrão, na sua maioria, adolescentes histéricas gritando na minha orelha. Mas, como eu não tinha nem ideia de quais eram as chances dos meninos mais lindos de Nashville voltarem para terras canarinhas, ignorei esse aspecto e decidi que iria assistir ao show, fosse onde fosse! Meaning, fosse onde fosse em São Paulo porque um negócio chamado Rising Con Brasil 2013, está me impedindo de investir em muitas outras coisas como uma viagem pra assistir um show. Enfim...
Os meninos subiram no palco com a linda introdução de 'Beautiful Freaks', o que já me fez gritar feito uma louca fugida do hospício, porém consciente, porque eu sabia que era uma das poucas pessoas animada pelo show deles.
Sendo bem sincera, eu já sabia que a presença de palco do Ryan não é das melhores, mas eles fazem um tipo de música que da pra ignorar esse tipo de coisa, é tudo tão pra cima, que da pra animar mesmo sem um cara pulando pelo palco todo.
'Tonight Tonight' foi insana de linda e fofa, e quase todo mundo ali acompanhou a letra com eles! *-* Foi aí que deu pra ver a carinha de 'unbelievable' do Ryan, que parou de cantar muitas vezes pra deixar a galera cantando sozinha. Depois, eles tocaram 'Downtown Girl', que foi feita pra fazer todo mundo pular, e o cover de 'Teenage Dream' da Katy Perry, mas, magicamente, deu pra perceber que eles agitaram mais com as músicas próprias. Por mim podia ter colocado 'Bushes' aí!
Mas aí... eis que Ryan decidiu ensinar a galera a cantar 'Lovesick, lovesick, electric', pra gente "treinar" pra música que eles iam começar a tocar. A essa altura, eu a Nayra já estávamos indo a loucura, porque não tínhamos certeza se eles tocariam, mas sim! Eles tocaram 'I Like to Dance'! Arrisco dizer que esse foi um dos melhores momentos da minha vida!
Logo, depois começou 'Radio', que, se não está no top5 de "músicas mais fofas da história", chega bem perto dele. 'Why Don't You Love Me' veio pra dar uma descansada e quebrar os nosso coraçõezinhos porque a Demi tava ali do lado, mas não subiu no palco pra cantar com eles. 'Whatever' é outra música que foi feita pra animar qualquer dia mais xoxinho, então, o fato de estarmos passando um frio da Bósnia, mesmo no meio daquele povo todo, meio que ficou em segundo plano. Eles ainda fizeram uma gracinha, colocando 'We Are Never Ever Getting Back Together' da Taylor Swift no meio do refrão, e não é que caiu bem?
Então... começou 'Forever Unstoppable', uma das minhas músicas preferida deles... ai, da uma coisinha boa no coração só de lembrar... 'Falling stars don't crash through your window, if you wanna it, got get it, it's meant to be chased....' ah... s2
Em 'Honestly' eles, praticamente, reproduziram o clipe em cima do palco, com todos os gestos que eles fazem no vídeo. Me processa, mas eu fiz tudo junto! Aí eles despedaçaram o coração de todas as, poucas, fãs espalhadas por toda a arena, quando levaram duas meninas pra cima do palco pra cantar com eles o rap de 'I Like it Like That', o qual eu gritei la de baixo, com muito orgulho. No próximo, me chama, Ryan!
E pra encerrar... do fundinho do meu coração, eu acho que eles não estavam botando fé que realmente teriam fãs só deles ali no meio, que eles não tinham músicas suficientemente famosas pra fazer um monte de brasileiro cantar durante o show inteiro, então, repetiram 'Tonight Tonight', mas todo mundo cantou junto e foi estupidamente fofo e animado de novo.
Agora eu estou dividida: não sei se fico feliz por ver todo mundo falando que curtiu 'a tal Hot Chelle Rae' ou com ciuminho das fãs novas que estão por vir. #prontofalei

Não achei nenhum vídeo super bom.. aqui vão os menos piores (:

Aqui tem mais relatos do show e mais alguns videos!

Demi Lovato
Ah, Demi... a única diva do festival enrolou um tequinho pra subir no palco! Mas deve ter parecido mais tempo pra gente que tava la embaixo esperando a bonita dar o ar da graça. Mas aí, depois de nos perguntarmos se moça morena que não dava pra ver direito por causa da pouca iluminação, seria a Demi (não era! era uma das backing volcals, mega simpática, por sinal!), começou 'All Night Long', e ela veio toda saltitante e loura, soltar aquela voz descumonalmente linda em cima de nós. Logo em seguida, a menina começa a cantar A melhor música de 'Here We go Again', segundo álbum da ex-ruiva, 'Got Dynamite'. Acho que foi nessa música que eu bati tanto o cabelo que quase perdi os óculos. Aliás, queria mandar meus sinceros agradecimentos pra menina que pegou e me devolveu! o_o
Vou te falar que 'Hold Up' não entra na minha lista de músicas preferidas da Demi, mas ao vivo, ali no meio da galera, não dava pra não pular. Dancei tanto logo no começo do show, que um menino, que provavelmente estava la trás com os amigos, fãs unica e exclusivamente de McFLY, se sentido sozinho, foi la pedir pra pular comigo. Viramos amigos de infância naquela uma hora de show. Curto muito esse tipo de coisa! Sério! Vem pular comigo, gente!
Enfim, começou o clássico da moça 'Get Back', que vem la da época Camp Rock e Demi-Cabelo-Virgem. Demais! A minha voz já tava ridiculamente fina, tenho dó do pessoal que não tava cantando junto e teve que me escutar desafinando, parecendo o Marcelinho mais e mais a cada segundo.
E então... escutei ao vivo a minha música preferida dela,  'Catch Me', com 'Don't Forget' emendada no final. A vontade de chorar já começava ali. Aí a bonita começou 'My Love is Like a Star' e logo depois 'Fix a Heart', que, permita-me dizer, são a alegria dos meus vizinhos, eles tem que escutá-las toda manhã (:
'Here we go Again' e 'La la land' vieram pra fazer a galera achar que não precisava mais segurar o choro... ledo engano porque depois dessas duas, trouxeram o piano pro palco e adivinha? Ela começou a cantar 'Skyscraper' levando toda a Arena Anhembi - ou grande parte dela - as lágrimas. Eu e a Nayra nos abraçamos, e foi uma bixisse só. Bixisse esta que eu repetiria sem vergonha! É isso aí, mundo! Eu choro escutando 'Skyscraper'! Problem? Mas, convenhamos, se você não sente nem um vontadinha, por mais mínima que seja, de chorar, enquanto escuta 'Skyscraper', você tem que ir atrás de um coração, meu amigo!
Mas então, pra espantar a depressão que se apossou da platéia, Demi fez um cover fudidibom de 'Turn Up the Music' do Chris Brown. Pra continuar na vibe animadjeenha, escutamos 'Remember December' e, enfim, 'Give Your Heart a Break' pra fechar o show. Linda, maravilhosa, diva... desculpa, mas eu amo a Demi!
E sim... ja vi o cara a gongando no X Factor, não precisa me mandar o vídeo...

Multishow, queremos transmissão em São Paulo também, pra rolar alguns videos bons no youtube... :/


 McFLY
Ah, McFLY... o que falar de vocês? A minha relação com McFLY é complicada. Mas a culpa é todinha deles! Não mandei eles fingirem que foram lançados na música pela Ke$ha e lançar um álbum completamente diferente de tudo o que eles tinham feito, in a bad way. E isso tudo, depois de voltarem com o rabinho entre as pernas pra gravadora. Mas ok, o assunto não é esse... putting that behind me...
Vou ser bem sincera: se o show fosse só do McFLY, eu não faria questão, mas a união deles a Hot Chelle Rae e Demi, me deixou bem satisfeita, e apesar do último CD cagado, eles ainda tem outros 4 decentes pra preencher a setlist, então, decidi que assistiria aos bonitos! Bem no espírito 'o ingresso já ta pago mesmo...'. E durante a primeira música, que foi 'Nowhere Left to Run', esse espírito permaneceu. Mas bastou Tom Fletcher gritar 'Here's another song for the radio!', que eu voltei pra 2007 (ano que foi dedicado inteiramente a McFLY e uma banda cover deles... bons tempos).
Fui a loucura com 'Star Girl', que... os fãs precisam aprender a conter a emoção e lembrar a hora certa de fazer o 'ooh-ooh-oooh-oooohh' do final sem errar a hora... sem pressão, só pra eles terem certeza que nós somos a melhor platéia do mundo. Então o Dougie começou a tagalerar e eu tive certeza que vinha 'Tranny' ('Transylvania', pra você que não é fã) por aí. A melhor parte dessa música é hora que ela é sussurrada, mas todo mundo grita no show 'NEVER TO BE SEEN AGAIN'! s2 'Lies' emendada em 'Tranny', que quase destruiu a Arena Anhembi. Do fundo do coração: duvido que alguém consiga ficar parado escutando essa música ao vivo.
Então, escutamos o mais recente lançamento 'Love is Easy', que me deixou imensamente feliz por ter um ukulele como instrumento principal e não um sintetizador ou algo do tipo. (': Aí ele começaram a falar que a música seguinte não estava no setlist, mas todo mundo pediu tanto, que eles decidiram tocar, e escutamos 'No Worries' ao vivo. De quebrar o coração de tão lindo que foi!
Antes de 'No Worries', o Dougie errou a setlist, ou fingiu que errou, já que ele fez a mesma coisa no Rio de Janeiro e como todo mundo achou engraçadinho ele repetiu em São Paulo... mas enfim, ele pediu a nossa ajuda pra contar; ele falava 'One, two...', e a gente 'One, two, three, four'. Assim, ajudamos eles a começarem 'Obviously', queee nunca fica velha. 'All About You', também engavetata no final de 'Obviously', fazendo todo mundo chorar.
E aíii, 'Everydoby Knows' com um monte de covers maravilhosos, no meio! Eu vi Danny Jones cantando 'Living on a Prayer'. Pra mim a vida já ta completa! Só não digo que foi a melhor parte do show porque ela veio depois com '5 Colors in Her Hair'.
Eu estava me segurando bem, durante o show inteiro, até Thomas Fletcher inventar de cantar 'McFLY stays forever' em 'The Heart Never Lies'. Mancada, Fletcher... mancada....
Eles encerraram com 'Shine a Light' que é uma das menos piores de 'Above the Noise', mas aquela altura eu já estava achando tudo lindo e McFLY era perfeito de novo.


Depois disso, andar o samdódromo inteiro, praticamente sem panturrilha, pra ir embora, não foi nem um pouco bacana, mas o estado de graça estava num estágio tão avançado que a dor estava quase agradável... como uma lembrança de todos os shows lindos que nós vimos. Lembraça esta, que permaneceu bem persistente até a quarta-feira da outra semana, me fazendo sair mais cedo de casa pra não chegar atrasada no trabalho, já que o ritmo estava umas três vezes mais lento que o normal.
Quero outro semana que vem, pode ser?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+