quarta-feira, 18 de julho de 2012

Schall Gay #6 - Um Post Sobre Meias

Meias! Por essa você não esperava né? Pois bem, acontece que esse post não será simplesmente sobre meias, porque afinal, eu tenho que te contar como eu decidi fazer um post sobre meias.
Na verdade eu queria fazer um post sobre sapatos, ele está sendo construído, mas ainda vai demorar um tiquinho pra ir ao ar. Há algum tempo comprei dois sapatos que eu acho que se encaixam bem no objetivo da coluna: mostrar que é possível se ter uma aparência apresentável, com pouco dinheiro, mas eu queria mais conteúdo, ou seja, preciso de mais sapatos, e realmente pensei em investir nisso só pra poder colocar esse post no ar mais rápido e foi aí que eu percebi que a coisa estava indo longe demais.
Depois de fazer o primeiro vídeo da coluna (que postei aqui), tive a ideia pro segundo e só porque eu encontrei uma sombra marrom que seria perfeita para executar essa ideia, não me importei em pagar R$40,00 por ela, sendo que o propósito do primeiro video foi 'não gaste R$30,00 num batom'. E não, eu não quero ter que usar a frase 'faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço' mais de uma vez, então decidi desacelerar esse processo de virar uma mocinha apresentável, e ir de acordo com as reais possibilidades. Além de virar menina eu continuo pagando as minhas contas e, até onde eu sei, isso deveria vir em primeiro lugar.
E depois de calçar uma das minhas meias preferidas (estampada com temas da animação Vida de Inseto s2) com um pouco mais de força e ela abrir um rasgo no calcanhar... eu percebi que precisava investir nas minhas meias antes de investir em sapatos, o que casa bem com a metáfora de que temos que cuidar do interior pra depois cuidar do exterior, que é o que eu pretendo fazer. E pra ajudar no processo, vou comprar meias novas, que é o que realmente estou precisando no momento. (:
Na verdade tudo isso se resume a valores, que a gente tem que lembrar constantemente quais são os nossos e como não abandoná-los! Eu não desisti da 'Schall Gay', só estou readaptando o ritmo da coisa pra minha real situação atual. Então, se alguém aí decidiu entrar nessa comigo, não apresse as coisas por pura ansiedade, temos que entender que mudanças assim não acontecem da noite pro dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Google+